Uma palavra

Uma aeronave de passageiros espatifou-se no pouso em São Paulo, onde moro.
Todas as pessoas a bordo morreram.
Pessoas em um prédio onde a aeronave entrou, morreram.
Pessoas em um posto de gasolina ao lado, morreram.
Pessoas que passavam na avenida ao lado do aeroporto, morreram.
Depois de 48 horas dessas mortes horríveis, nós brasileiros recebemos condolências de amigos e governos de outros países. Depois de 48 horas nosso presidente da república, senhor Lula da Silva, não se pronunciou, não disse nada para a nação, nada para os parentes dos que morreram. Nem uma palavra.
Eu tenho uma palavra para ele.

Covarde

Anúncios

Um comentário sobre “Uma palavra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s