Para Adélia

Casa cor de laranja

Impressionista

Uma ocasião,
meu pai pintou a casa toda
de alaranjado brilhante.
Por muito tempo moramos numa casa,
como ele mesmo dizia,
constantemente amanhecendo.

  • “Impressionista” de Adélia Prado em Poesia reunida.
  • Casa na rua Dona Veridiana em São Paulo num dia ensolarado, foto de Letícia.

Dia-gramando

Gramando no pedregulho

Tenho passado os dias gramando, digo, diagramando. Não sobra tempo para muita coisa e além do mais, há que se diagramar a vida – mas sem perder a verdura, jamais!

  • Foto (minha) em um ponto qualquer da BR116 entre Jaguarão e São Paulo.